.Art.13º, n.º da Constituição

"Ninguém pode ser privilegiado, prejudicado, privado de qualquer direito ou isento de qualquer dever em razão de ascendência, sexo, raça,língua, território de origem, religião, convicções políticas ou ideológicas, instrução, situação económica, condição social ou orientação sexual"
Quinta-feira, 8 de Novembro de 2007

Ser ou não ser Gay

Ser ou não ser gay…

 

     Na tua procura de textos que te dão interesse, trouxe-te a este templant incerto no meu blog “Histórias & Historietas Eróticas” principalmente dedicado ao mundo gay.

      É assim provável que o tema contos erótico te desperte alguma curiosidadezita.

      Quanto a essas histórias vais ter oportunidade de ler algumas que tenho na gaveta e a seu tempo publicarei.

       É também provável que o tema homossexualidade tenha algum interesse para ti o que não significa que sejas homossexual.

      Ao longo deste blog, aqui e ali, não vou somente contar histórias um pouco picantes (tentando que estas tenham o cunho literário) mas sim, também, alguns conselhos e opiniões sobre o mundo da homossexualidade.

     Espero, também que todo este blog tenha da parte de que me leia a sua crítica e opinião que terei muito gosto em as publicar.

Posto isto, aqui vai!...  

                                                                                      A DOLESCÊNCIA.

A adolescência não é de forma alguma um período fácil. Durante este espaço de tempo as pais e restante família, não têm um dialogo aberto nem acompanhamento digno com os seus filhos e embora conheçam casos passados com amigos, não entendem verdadeiramente com o que se passa com os adolescentes que têm em casa, passando toda esta responsabilidade para as escolas.

     Normalmente são o meio ambiente em que vivem, principalmente a falta de afecto e compreensão da parte dos pais que faz com que o adolescente procure essa falta nos estranhos.

     Por vezes na procura dessa falta, encontram um amigo que tem os mesmos problemas e resolvem acarinharem-se mutuamente indo para além da amizade somente. É meio caminho andado para a prática de sexo. Não quer dizer com isto que aconteça a todos, mas se um deles já estiver predestinado a isso, é uma ocasião propícia. Por vezes essa relação acontece somente meia dúzia de vezes, outras não. A continuidade depende de vários factores.

     É natural que haja também uma ambiguidade entre gostar de raparigas e se sentirem atraídos por rapazes simultaneamente, até porque os rapazes são de mais fácil acesso e contemplativos.

    A sexualidade entre rapazes por vezes, acontece derivado ás sua procuras de sensações, experiências e descobertas novas.

- Quem na sua juventude não se confrontou com o tamanho do seu pénis e não fez o jogo da masturbação? Os “machões” dizem que não! – isso é da “panascas”! dizem, mas nós sabemos que é mentira. Quase todos tiveram essa experiência, o que é natural. Até muitas vezes depois de casados e com filhos, voltam a experimentar. Eles são muitos e eu conheço alguns!

    Por vezes, nem sempre, é no balneário da escola ou na praia que comparam os seus corpos com os dos outros e verificam erradamente, que os seus corpos não são tão belos como os de alguns e tentam uma aproximação, julgando assim que ficam mais atraentes.

    É também, por vezes derivado a uma “tampa” que levaram da rapariga de quem engraçaram e tentaram uma aproximação. Se esta situação acontecer vária s vezes seguidas e se contarem aos amigos há sempre um que contribui com um afecto que misturado com a falta do tal carinho e diálogo em casa, aí está a aproximação ideal para a tal ambiguidade. Nestes casos, vence o mais forte na sua tendência homossexual.

     É nestes contextos que nos descobrimos, embora já esteja latente a nossa sexualidade.

    Parece estranho, antes da puberdade, uma criança já sabe a sua orientação sexual. Não é genética, nem doença. È mesmo assim!

     Dêem as voltas ou desculpas que quiserem dar, mas é mesmo assim!

    Respostas ás perguntas: Serei Gay? Serei feliz assim? Serei ambíguo, toda a vida? De que gostarei mais? Homens ou mulheres?

     Estas respostas não são fáceis de dar. Dependem da tua personalidade pura e simplesmente.

    Diz-se que os homossexuais (hoje chamados gays) deviam sair do “armário” e mostrarem-se ao mundo. Acho que não! A sexualidade não é para se assumir, mas sim para se praticar.

    Por experiência da minha profissão estou farto de ouvir grandes senhores e senhoras criticarem os homossexuais e na volta, restritamente vão para a cama uns com os outros e umas com as outras. Quanto a mim, esses sim! Não são homossexuais ou gays... são bixas!

    Alguns, na sua privacidade até se vestem com as roupas das mulheres para darem mais “pica” aos seus amantes. (amigos!...  Isto é verdade)

    Ser-se gay ou heterossexual, no todo, a única diferença que existe entre estas formas de sexualidade é gostarem mais de pessoas do mesmo sexo que de sexo contrário, (não contando com os bissexuais, que têm prazer com ambos os sexos) pois quanto ao resto da vida é comum a todos extractos sociais.

     Empresários, banqueiros, políticos, religiosos, professores, médicos, advogados, arquitectos e todas as outras profissões liberais ou não.

Os estilos de vida são iguais, não há diferença alguma.

                            O Mundo Gay

                   (José Castelo Branco & Alexandre Frota

                                fazem parte do mundo gay)

 

     O mundo gay, contrariamente à expressão redutora “estilo de vida gay” nada mais é que a quantidade de formas de se ser gay ser igual ao numero de gays existentes.

     Depois de se passar pelo tal período da adolescência em que já tudo está no sítio os primeiros contactos, fazem-se em lugares públicos, cinemas, teatros, cafés, na praia, até na rua. Um simples olhar pode dar ocasião a um outro mais atrevido e o início de uma nova amizade.

     Mais tarde vêm as discotecas e os bares. Nestes locais é natural que em principio te sintas um pouco menos à-vontade, de qualquer das formas tens sempre que te sentires tu próprio e saberes o que queres na realidade. Nos Bares gays dos Estados Unidos existe um método de assinalarmos quem somos e o que queremos, sem falarmos. São uns lenços de cores distintas que colocamos no bolso traseiro direito das calças um pouco pendurado. È o suficiente para logo alguém meter conversa connosco.

     Tal como alguns locais de encontro “chtes” na Internet, que não aconselho, (como dizia a minha avó, quem vê caras não vê corações) também um fugaz encontro e sem se conhecer um pouco a pessoa através de uma conversa inteligente, não é aconselhável, pois podes encontrar alguém que só quer gozar contigo ou achincalhar-te.

     O mundo gay é um pouco difícil, aparecem os atenciosos, gentis e amigos, mas também aparecem os mal formados e aproveitadores, deixando ando um jovem bastante traumatizado.

       Nem tudo o que luz é ouro.

     No primeiro encontro, não sejas demasiado sincero; o que fazes profissionalmente, onde moras, nunca digas que vives sozinho e qual o teu padrão de vida económica, arranja uma máscara de vida e cinge-te a demonstrares o que pretendes. Se fores forte saberás encontrar o que procuras, caso contrário, estás sujeito a dar de caras com um predador.

     Nem sempre se encontra o homem da nossa vida e quando isso acontece, tem sempre em atenção que o “para sempre” não existe. Normalmente o “para sempre” sé existe uma dúzia de anos.

      Também não é nos bares e outros locais de engate que essas situações acontecem. O amor da “nossa vida” está li mesmo à esquina sem o esperarmos e quando acontece é lindo enquanto dura, depois, mesmo que tenhas feito uma vida a dois, bastante interessante quando acaba não te agarres a esse tempo, a essa saudade, podes arranjar uma doença psicológica. Corre para outra.

 - Existem vários tratados e opiniões por psicólogos e psicológicos mas que nem sempre são credíveis pois falta-lhes a experiência de vida. É como as juízes, deliberam sobre questões que não conhecem cingindo-se pura e simplesmente na lei cega feita pelos homens.

      Eu já passei por tudo, frequentei e convivi com todo o estilo de pessoas. Acreditem em mim!

     Se quiserem estou pronto a dar uma opinião sensata e com a experiência que a vida me deu.

    Se quiserem, também podem fazer os vossos comentários, se forem dignos de nota, serão publicados neste blog ou em outros da minha autoria.

O Caçador

sinto-me: Livre finalmente
a música que estou a ouvir: Mozart
publicado por nelson camacho às 04:03
link do post | comentar | favorito
|
9 comentários:
De Luis do Norte a 25 de Novembro de 2007 às 23:31
Amigo Caçador é assim que tu gostas de ser conhecido, pois bem, abre-me essa gaveta de histórias e conta-as depressa e já agora vê se tens alguma mesmo que meta cama do José Castelo Branco. Aquela foto do Zezinho com o Frotinha aos kisss's está muito bem apanhada. Ouvi dizer que o C.Branco tem histórias antigas antes de ser rica(o), sabes algumas para nos contares? conta... conta..
luis do Norte


De Zezinho a 27 de Novembro de 2007 às 19:12
Estou de acordo com o Luiz do Norte. Vamos pedir ao Caçador para contar mais histórias.
Quanto a ti Caçador vê se não és caçado.
Normalmente estou à noite em Lisboa no Finalmente.
Vê se me caças. há... há... há....
Depois podes contar uma história.
Zezinho da noita


De nelson camacho a 20 de Novembro de 2012 às 20:20
Vou tentar encontrar-te no Finalmente e depois de te caçar, levo-te até minha casa para te contar outras histórias ao ouvido. Tá?


De Alguem no mundo a 20 de Novembro de 2009 às 14:43
Olá, achei o conteudo de seu blog muito interessante e gostei muito, tenho 21 anos e vivo essas duvidas. nao sei o que sou, tenho muito medo estou confuso e ainda tem a parte que nao quero ser gay. Para desabafar, criei um blof onde conto todas minha lamurias, ele é recente.
www.alguemcomdilemas.blogspot.com


De julio a 16 de Setembro de 2011 às 17:42
ola sou Julio, e achei seu blog muito inspirador eapero q nos conte mais historias!


De Sisinho a 20 de Novembro de 2012 às 19:08
Oi; muito bom esse blog, tenho 21 anos, moro no RJ 02181001112 meu numero. quem quizer mandar sms, quero fazer amizades.


De nelson camacho a 20 de Novembro de 2012 às 20:25
Amigo Sisinho só tenho pena morares tão longe para te contar outraas histórias ao vivo e ao ouvido. De qualquer das formas a ceito o teu numero para quem estiver mais perto. Um abraço. Entretanto postei hoje outra história espero que gostes.


De iury a 7 de Fevereiro de 2013 às 04:03
adoraria postar um de meus contos no seu blog se te intersar favo add i.u.r.y@hotmail.com msn e face


De nelson camacho a 7 de Fevereiro de 2013 às 07:24
Meu caro Iury gostei de ter vindo ate aqui. Como este texto já é bastante antigo certamente já leu os outros mais recentes e verificou quais os seus temas. Vou contactar consigo e tentar dar satisfação ao seu pedido. Um abraço O Caçador


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Abril 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


.posts recentes

. Eles eram dois – I Capítu...

. Eles eram dois – II Capit...

. Menino rico e menino pobr...

. A Masturbação

. Até quando homofóbico – I...

. A Minha prenda de Natal –...

. A Minha prenda de Natal –...

. O meu primo de Lisboa

. Não beijo!.. e você já be...

. Os Motas – II Capitulo

.arquivos

. Abril 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Junho 2012

. Abril 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Outubro 2011

. Novembro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

.tags

. todas as tags

.favorito

. Sai do armário e mãe pede...

. Eurovisão

. Depois de "All-American B...

. Raptada por um sonho ...

. Crónica de um louco senti...

. Terminei o meu namoro!!‏

. Dois anjos sem asas...

. Parabéns FINALMENTE!!!!

. Guetos, porque não?

. “Porque razão é preciso t...

.Já cá vieste!

counter

.Olha que está na hora

relojes web gratis

.ALERTA - Aos amigos que me lêem

Este Blogue é constituido por histórias Homo-Eróticas dedicadas a MAIORES de 18 anos. Os homossexuais também têm sentimentos, sofrem, amam e gozam a vida como qualquer outro sejam activos, passivos ou Flex (versátil). As fotos e videos aqui apresentadas foram capturadas da internet livres de copyrigt. Quanto aos textos, são de minha inteira responsabilidade ©. Não faça copy sem mencionar a sua origem. Tenham uma boa leitura e não se esqueça que o geral ultrapassa a ficção. Comente dem medos e não tenha preconceitos.
blogs SAPO

.subscrever feeds