.Art.13º, n.º da Constituição

"Ninguém pode ser privilegiado, prejudicado, privado de qualquer direito ou isento de qualquer dever em razão de ascendência, sexo, raça,língua, território de origem, religião, convicções políticas ou ideológicas, instrução, situação económica, condição social ou orientação sexual"
Quarta-feira, 28 de Novembro de 2007

Aventuras na sauna ( I )

Aventuras na sauna ( I )

 

     Uma das vezes que fui a uma sauna gay tive uma experiência que se tornou reveladora. Cheguei por volta das 19h e lá fui eu despir-me e vestir-me a rigor para a ocasião: toalha à cintura e chinelos. Assim, meio despido e meio vestido, ou seja, tapando somente as partes mais indiscretas, iniciei o passeio pelo local. Passei pela sala de estar. Dei um giro pelos corredores, passando pela jacuzi, sala da sauna e terminando no banho turco, onde resolvi ficar para relaxar um pouco antes que qualquer outra coisa pudesse acontecer.


     Quando estava a começar a relaxar entram dois rapazes bem apetitosos que se deveriam conhecer, pois falavam como se assim fosse. Sentaram-se lado a lado no banco que estava à minha frente. E assim fiquei com uma visão que ainda ajudava a relaxar mais vendo dois troncos esculpida mente trabalhados e duas pernas igualmente esculpidas. As toalhas que envolviam parte dos seus corpos (a zona entre a cintura e os tornozelos) quando se sentaram estas ficaram entre abertas, como que a tentar mostrar um caminho a percorrer. E que caminho!


     De repente, da conversa entre eles, fez-se silêncio. Os rapazes repararam que eu os observava desde que tinham entrado, olharam para mim atentamente, sorriram e iniciaram um longo beijo. No meio daquela penumbra, pouco se vislumbrava, mas vindo do canto da sauna uma luz avermelhada saída de uma labareda imitando uma lareira de onde vinha o calor, viam-se perfeitamente as línguas enroscadas uma na outra e quando olho para baixo, noto que um deles já tinha o pau a meia haste, enquanto o do outro já pulsava totalmente fora da tolha que cada vez mais se ia abrindo. Uma delas até caiu e tudo ficou à mostra. O beijo não tinha fim, as suas mãos iniciaram uma busca incessante pelos seus corpos como procurando algo. Percorriam os corpos uns do outro e, de repente, pararam nos seus paus. Aquilo estava a deixar-me maluco. Claro está que o meu pau latejava feito potro selvagem. Não resisti e abria minha toalha mostrando o que tinha para dar. Eles observaram e um deles fez-me sinal para me aproximar.


    Nem hesitei. Aproximei-me e debrucei-me sobre aqueles troncos. Comecei a mamar ora um ora outro, longas lambidelas e chupadelas, até que um deles pegou em mim, levantou-me, e os dois se debruçaram sobre o meu pau, que estava hirto e duro como uma pedra. Começaram a lambe-lo simultaneamente. Enquanto um ia mordendo delicadamente a minha glande, o outro ia chupando como de uma ventosa se tratasse.

     O delírio de prazer era tal que me ia vindo aos poucos. Ora o metia num ora metia noutro, naquelas bocas quentinhas e gulosas.


     A certa altura, um deles foi para trás de mim e começou a lamber-me o cu enquanto o outro continuava a mamar-me e a chupar-me como uma puta com cio. Era uma sensação de prazer e de loucura incontrolável.


     Assim estiveram até que eu comecei a gemer, sem conseguir controlar-me e com tremores que me percorriam o corpo todo como se de êxtase se tratasse. O bom naquilo tudo era não ter muita gente naquele dia e não houve penetras naquela sessão.


     Claro está que não aguentei muito tempo naquilo. Os rapazes resolveram que eu seria o objecto de prazer deles naquele dia e assim foi.

 

     Tive uma explosão de leitinho para a cara do que me mamava na altura e vi o teto do banho turco pejado de estrelas. À muito que não me vinha com tanto prazer. Eles satisfizeram-se punhetando-se mutuamente e ali ficámos algum tempo a descansar.

     Mas não ficámos por ali.

 

     Passado coisa de meia hora, levantámo-nos, fomos tomar um duche, fumar um cigarro para a sala de Tv. e recompor-nos para o que se aproximaria, pois a noite prometia.

 

Amanhã se me apetecer conto o resto em “ AVENTURAS NA SAUNA ( II ) “

 

O Caçador 

sinto-me: proximo da loucura
a música que estou a ouvir: Sonho de amor
publicado por nelson camacho às 01:37
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Abril 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


.posts recentes

. Eles eram dois – I Capítu...

. Eles eram dois – II Capit...

. Menino rico e menino pobr...

. A Masturbação

. Até quando homofóbico – I...

. A Minha prenda de Natal –...

. A Minha prenda de Natal –...

. O meu primo de Lisboa

. Não beijo!.. e você já be...

. Os Motas – II Capitulo

.arquivos

. Abril 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Junho 2012

. Abril 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Outubro 2011

. Novembro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

.tags

. todas as tags

.favorito

. Sai do armário e mãe pede...

. Eurovisão

. Depois de "All-American B...

. Raptada por um sonho ...

. Crónica de um louco senti...

. Terminei o meu namoro!!‏

. Dois anjos sem asas...

. Parabéns FINALMENTE!!!!

. Guetos, porque não?

. “Porque razão é preciso t...

.Já cá vieste!

counter

.Olha que está na hora

relojes web gratis

.ALERTA - Aos amigos que me lêem

Este Blogue é constituido por histórias Homo-Eróticas dedicadas a MAIORES de 18 anos. Os homossexuais também têm sentimentos, sofrem, amam e gozam a vida como qualquer outro sejam activos, passivos ou Flex (versátil). As fotos e videos aqui apresentadas foram capturadas da internet livres de copyrigt. Quanto aos textos, são de minha inteira responsabilidade ©. Não faça copy sem mencionar a sua origem. Tenham uma boa leitura e não se esqueça que o geral ultrapassa a ficção. Comente dem medos e não tenha preconceitos.
blogs SAPO

.subscrever feeds