.Art.13º, n.º da Constituição

"Ninguém pode ser privilegiado, prejudicado, privado de qualquer direito ou isento de qualquer dever em razão de ascendência, sexo, raça,língua, território de origem, religião, convicções políticas ou ideológicas, instrução, situação económica, condição social ou orientação sexual"
Sábado, 5 de Janeiro de 2008

Um texto na gaveta

               Procuro e não te encontro

 

     Como é normal são 3:35 da manhã e estou agarrado ao computador.

     Acabei de escrever uma dedicatória a um amigo, inaugurando um novo blog no Live Messenger. Aquela treta é difícil e fiquei danado, mas pelo menos a missão foi cumprida.

     Desliguei o computador, abri uma gaveta onde tenho coisas antigas e deparei com um texto de 2005 e como não tenho nada que fazer a esta hora, voltei a ligar o já dito e aqui estou a publicar mais uma história de engate via net que se passou comigo. Por acaso lembro-me que até fomos jantar, mas não passou dali. Sinceramente, também não valia mais que isso.

     E foi assim……

 

 

     São quatro da manhã, acordei com uma espertina arrepiante. Fui ao frigorífico e tomei um copo de leite assim, sem mais nem menos, dizem que faz mal, mas eu tenho a mania do frigorífico e é para lá que caminho quando mais nada tenho que fazer. Vim para o computador com uma vontade enorme de escrever, escrever, escrever, cheio de ideias baralhadas. Quando o liguei, pifou, levou mais tempo e estar operacional do que é normal e entretanto as ideias que me estavam a baralhar o cérebro foram-se. Elas já andam baralhadas à bastante tempo, primeiro pelo amor de seis anos que terminou e depois por ter julgado ter encontrado outro que pela sua prosa me fez acreditar que ainda tinha possibilidades de voltar a viver. Escrever nestas páginas da Internet o que nos vai na alma quando estamos subjugados não a um texto numa folha A4, mas a 3500 caracteres é como arrancar de dentro de nós parte de um sentimento universal que seriam precisos mais de um milhão, para o exprimir a nossa dor, a dor da nossa alma, sim, porque a alma também dói.

     Foi num destes sites que te encontrei e me apaixonei. Foi num destes sites que te encontrei e julguei ser o princípio de uma nova vida. Não te conheço, mas já fazes parte do meu imaginário, tal ouvinte de um programa de rádio que se apaixona pela voz do locutor, mas eu, nem a tua voz tenho gravada, pois tivemos uma pequena conversa de cinco minutos pelo telemóvel, tecnologia da última geração tal como a Internet capaz de enganar multidões. Enganar que está só e de quem precisa de um ombro amigo e nada mais.

     Quando falei contigo pelo telefone, começámos por marcar encontro e quando eu disse que era um velho vestido de preto, arranjas-te logo uma desculpa para não ires ao encontro, creio que julgas-te que eu era mesmo velho e ficaste com medo.

     Lembrei-me logo daquele dito (tá bem, combinamos e não aparecemos). Eu sei que também tu estás numa de perca de amores e desilusões, no entanto, não é caso para não partires à aventura. Era só um café que eu queria, o resto só Deus pode dizer.

      Procuro e não te encontro, como diz a canção:

 

-          Procuro e não te encontro

-          Não paro, nem volto a trás

-          Eu sei, dizem todos

-          que é loucura

-          Eu andar à tua procura

-          Sabendo bem, onde tu estás.

 

Nota: Passado dias obtive resposta fomos jantar, mas não passou disso mesmo e cheguei à conclusão que os encontros pela net 95 % não valem a pena perder tempo.

     O Caçador em 2005

sinto-me: Com sono
a música que estou a ouvir: Dia sim, dia não
publicado por nelson camacho às 04:13
link do post | comentar | favorito
|
2 comentários:
De Daniel a 12 de Janeiro de 2008 às 07:04
Tem paciência amigo, também já me encontrei com um blogeiro e não deu em nada. Nem deu para jantar, lanchámos simplesmente. Não dei o clik " necessário para mais. Os encontros da net nem sempre dão resultado. Também eu "procuro e não te encontro. Gostava de tomar um café contigo pois parece que tens muito para ensinar os mais novos.
Um abraço Daniel


De Luis Santos a 21 de Janeiro de 2008 às 01:23
Pois é amigo....mas se é verdade que numa grande maioria dos casos os encontros da net nada dão também é verdade que no nosso quotidiano também o não são e ás vezes até dão certo e um desses é o meu caso.
E hoje vivo há cinco anos com o meu parceiro que conheci num feliz 31 de Março...pela net às 5 da manhã...


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Abril 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


.posts recentes

. Eles eram dois – I Capítu...

. Eles eram dois – II Capit...

. Menino rico e menino pobr...

. A Masturbação

. Até quando homofóbico – I...

. A Minha prenda de Natal –...

. A Minha prenda de Natal –...

. O meu primo de Lisboa

. Não beijo!.. e você já be...

. Os Motas – II Capitulo

.arquivos

. Abril 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Junho 2012

. Abril 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Outubro 2011

. Novembro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

.tags

. todas as tags

.favorito

. Sai do armário e mãe pede...

. Eurovisão

. Depois de "All-American B...

. Raptada por um sonho ...

. Crónica de um louco senti...

. Terminei o meu namoro!!‏

. Dois anjos sem asas...

. Parabéns FINALMENTE!!!!

. Guetos, porque não?

. “Porque razão é preciso t...

.Já cá vieste!

counter

.Olha que está na hora

relojes web gratis

.ALERTA - Aos amigos que me lêem

Este Blogue é constituido por histórias Homo-Eróticas dedicadas a MAIORES de 18 anos. Os homossexuais também têm sentimentos, sofrem, amam e gozam a vida como qualquer outro sejam activos, passivos ou Flex (versátil). As fotos e videos aqui apresentadas foram capturadas da internet livres de copyrigt. Quanto aos textos, são de minha inteira responsabilidade ©. Não faça copy sem mencionar a sua origem. Tenham uma boa leitura e não se esqueça que o geral ultrapassa a ficção. Comente dem medos e não tenha preconceitos.
blogs SAPO

.subscrever feeds