.Art.13º, n.º da Constituição

"Ninguém pode ser privilegiado, prejudicado, privado de qualquer direito ou isento de qualquer dever em razão de ascendência, sexo, raça,língua, território de origem, religião, convicções políticas ou ideológicas, instrução, situação económica, condição social ou orientação sexual"
Domingo, 24 de Agosto de 2008

Um Anjo no autocarro

 

     Pois é! Já há muito que não escrevo para este blogue. São várias as razões. Primeiro não tenho tido tempo pois a minha escrita tem estado vocacionada para outros blogues, segundo, para escrever histórias eróticas é preciso uma certa disposição o que não tem acontecido ultimamente, além de não ter estado em contactos com pessoas que me despertem tal facto. (estão a perceber!)

     Mas vamos adiante, hoje publiquei uma história do meu amigo Diley Rodrigues em “O Canto do Nelson”. Ficou por lá porque eu acho ser uma história de vida maravilhosa e não tem nada de ‘sacanagem’ como dizem os brasileiros mas esta aqui publicada tem um pouco de erótico, embora o meu amigo diga que não.

     Mas vamos ao conto!.....

 

☺☺☺☺☺☺☺☺☺☺☺☺☺☺☺☺☺☺☺☺☺☺☺☺☺☺☺☺☺☺☺☺☺☺☺☺

 

 

 

Menino do Busão

 

     Quando eu estava com 17 anos, todo santo dia tinha que apanhar um bendito auto carro que me levaria para o estágio durante a manhã.

     Já tinha lido relidos vários contos sobre as sacanagens que se passam dentro de um simples colectivo, e sempre achei tudo fantasioso demais, mas o que tenho para contar sobre o tempo percorrido dentro de um auto carro da Carris não é erótico, como verão.

     Quando se tem uma rotina de fazer as mesmas coisas, todos os dias, você inevitavelmente 'conhece' as pessoas que também seguem e mesma rotina. E uma dessas pessoas sempre me chamou a atenção, um rapaz aparentemente da minha idade, com farda do colégio militar, magro, alto, branco, cabelo liso, olhos verdes... alcunhei-o e passei a reconhecê-lo por “anjo”.

     Às vezes sentia uma vontade de lhe dizer um simples Bom dia, mas a vontade dizia para cabeça vai avança, a cabeça dizia para boca falo, e a boca respondia não, não digo nada, logo nunca troquei um olá com aquela criatura, a não ser olhá-lo muitas vezes insistentemente.

     Embora todos os dias da semana percorresse o mesmo caminho e sempre á mesma hora a certa altura deixei de ver o tal garoto, até que numa bela tarde ensolarada, entro no meu orkut e vejo um visitante recente que não conheço, vou ver e deixo um cordial recado.

     No outro dia, recebo uma resposta e depois de uns dias trocamos SMSs, e lá vou vendo o fotolog dele e conversamos durante horas, eu olhava aquelas fotos e minha memória queria reconhecer aquele rosto, cheguei a confundir com o de um outro amigo do passado. Até que a semana passada, voltei àquela mesma paragem do auto carro habitual e de repente, meus neurónios deram estalos e lampejaram como fogo de artifício em noite de festa! Era minha memória lembrando que o amigo que converso por SMS e orkut era o tal menino anjo que via e revia todo santo dia, estava ali na paragem do auto carro… Achei engraçado na hora!

     Entrámos no autocarro, sentei-me a seu lado, disse olá!...

     O “anjo” respondeu com outro Olá!...

     - Comecei por entabular uma conversa da treta acabando por lhe contar toda a história. Em princípio não me reconheceu, mas depois de entrar em vários pormenores, chegámos à conclusão que eu era eu e ele era ele.

     - Confesso que se arrependimento matasse, estaria morto.

     Conversamos coisas banais, e descubro que ele é BI, assim como eu (sem trocadilhos). É deste fato que vem todo o remorso de não ter dito um simples Olá.

     Eu confessei para ele que também sou, e morremos de rir, contamos segredos e fotos sensuais que trazíamos connosco.

     O mais legal, naquele menino-deus que uma vez no passado desejei, e que poderia ter tido algum contacto cordial, me deu uma espécie de carta branca, ou seja, o momento que eu me sentir mais a vontade para ficar com ele é só avisar, que iremos nos encontrar e ver no que isso pode dar.

     O auto carro parou. Tinha-mos chegado ao destino. Cada um foi para se lado

Já estou armando algo bem bacana para caso resolva aceitar essa proposta, mas fico pensando no que teria acontecido se minha bendita boca tivesse dito vou sim para minha cabeça, acho que sem a ajuda do acaso, teria perdido uma chance de ter um amigo e quem sabe algo mais.

Diley Rodrigues  



 

Espero que tenham gostado quanto eu

Outro texto deste autor em: O Canto do Nelson

 

  

    O Caçador

sinto-me: feliz por contar esta história
a música que estou a ouvir: O Electrico da Carris
publicado por nelson camacho às 06:33
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Abril 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


.posts recentes

. Eles eram dois – I Capítu...

. Eles eram dois – II Capit...

. Menino rico e menino pobr...

. A Masturbação

. Até quando homofóbico – I...

. A Minha prenda de Natal –...

. A Minha prenda de Natal –...

. O meu primo de Lisboa

. Não beijo!.. e você já be...

. Os Motas – II Capitulo

.arquivos

. Abril 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Junho 2012

. Abril 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Outubro 2011

. Novembro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

.tags

. todas as tags

.favorito

. Sai do armário e mãe pede...

. Eurovisão

. Depois de "All-American B...

. Raptada por um sonho ...

. Crónica de um louco senti...

. Terminei o meu namoro!!‏

. Dois anjos sem asas...

. Parabéns FINALMENTE!!!!

. Guetos, porque não?

. “Porque razão é preciso t...

.Já cá vieste!

counter

.Olha que está na hora

relojes web gratis

.ALERTA - Aos amigos que me lêem

Este Blogue é constituido por histórias Homo-Eróticas dedicadas a MAIORES de 18 anos. Os homossexuais também têm sentimentos, sofrem, amam e gozam a vida como qualquer outro sejam activos, passivos ou Flex (versátil). As fotos e videos aqui apresentadas foram capturadas da internet livres de copyrigt. Quanto aos textos, são de minha inteira responsabilidade ©. Não faça copy sem mencionar a sua origem. Tenham uma boa leitura e não se esqueça que o geral ultrapassa a ficção. Comente dem medos e não tenha preconceitos.
blogs SAPO

.subscrever feeds